quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

BBB12: Evangélico pode assistir o Big Brother Brasil? Pastores respondem


O Reality show Big Brother Brasil sempre despertou polêmica entre os evangélicos por expor a intimidade de pessoas confinadas e promover festas com muita bebida e música secular. A edição de 2012 trouxe um motivo a mais de polêmica, pois conta com duas participantes evangélicas e tem atraído a atenção do público cristão para ver como elas se portam dentro da “casa mais vigiada do Brasil”.

Porém, pastores com opiniões frontalmente contrárias ao estilo do programa afirmam que estar no Big Brother Brasil não é uma boa escolha. A Pr.ª Helena Tannure (Igreja Batista da Lagoinha) chega a afirmar que o programa é o “esgoto de satanás” e o Pr. Rubens Teixeira classifica como frágil o argumento de evangélicos que assistem ao reality afirmando que querem apenas conferir como as participantes evangélicas estão se saindo.

Helena Tannure vai mais longe e afirma sentir-se “irada” sobre o assunto: “Big Brother? Igreja dar ‘Ibope’ para a Globo assistindo Big Brother? Gente, me perdoa, mas isso me ira! Prostituição, toda sorte de mal contra a família brasileira é derramado. O esgoto de satanás na sala da nossa casa”.

A pastora ainda ironiza a postura dos evangélicos ao assistirem o programa. “Você se senta e fala: ‘que absurdo’. Fariseu! É tempo de a gente descer do muro, igreja. É tempo de se a gente, por acaso, ver uma cena do Big Brother, ou algum comentário, bater o joelho no chão e falar ‘Senhor, tem misericórdia do Brasil”, repreende Helena.

O pastor Rubens Teixeira afirma que seria “interessante que houvesse a preocupação com relação à religião de cada um dos participantes se fosse um programa de interesse religioso e que contemplasse representantes de várias religões”.

Teixeira ainda critica os que se dizem evangélicos: “Se querem enfatizar que uma pessoa é evangélica, precisam levar em conta que um evangélico reconhece publicamente o outro principalmente por seu comportamento, não por suas declarações”. O pastor ainda ressalta que o ambiente do programa não é espaço para evangélicos: “Não acredito que este programa seja um lugar adequado para cristãos que prezam os ensinamentos de Jesus”.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário